Super Bowl LV e The Weeknd no Halftime Show

O que rolou no Super Bowl desse ano e como foi a apresentação do The Weeknd no Halftime Show.

O Super Bowl aconteceu esse domingo e, como sempre, gerou uma grande comoção na internet. 

Quase um feriado, o Super Bowl é um dos maiores eventos do ano para os estadunidenses e vem caminhando para ter a mesma fama em outros países também. A final da temporada de jogos de futebol americano é marcada por muuuuitas outras coisas além da decisão do campeão anual da liga. Durante o jogo, temos shows, comerciais exclusivos e incríveis, exibição de trailers inéditos dos filmes que estão por vir, espiadinhas nas diversas celebridades que estão por lá e muito mais!

Sem dúvida alguma, o Super Bowl é um daqueles eventos que todos deveriam assistir ou pelo menos dar uma olhadinha no que está acontecendo nele, já que sempre acontece alguma coisa super interessante e que todo mundo vai estar comentando no dia seguinte. 

Dito isso, hoje vamos te contar o que rolou no Super Bowl LV, como foi o Halftime Show com o The Weeknd e ainda dar umas dicas rápidas para quem quer começar a acompanhar a final da liga de futebol americano. 

Para quem não conhece, vamos começar apresentando o que é o Super Bowl. Bora?

 

O QUE É ESSE TAL SUPER BOWL, AFINAL?

 

(Reprodução: Google Imagens)

O Super Bowl é a final do campeonato da NFL (National Football League), que é a liga estadunidense de futebol americano. O jogo que decide o vencedor da temporada acontece desde 1967, quando as duas maiores ligas nacionais do esporte se fundiram e se transformaram nas atuais conferências, a AFC e NFC. Inicialmente chamado de “The Big One”, a final da temporada só começou a ser chamada de Super Bowl depois de um tempo para fazer referência aos jogos universitários de futebol americano, comumente chamados de ‘Bowl’ no país. 

Lá nos Estados Unidos, o Super Bowl é o evento esportivo mais assistido do ano e o segundo evento com o maior consumo de comida, atrás apenas do Dia de Ação de Graças. 

A nível mundial, o Super Bowl é o segundo evento esportivo mais assistido, perdendo apenas para a Liga dos Campeões da UEFA, e é o dono do espaço comercial mais caro da televisão. 

Falando um pouco mais sobre o esporte, o futebol americano consiste, basicamente, no ganho de território. Cada time tem o seu ataque e sua defesa que tem como objetivo avançar e defender o território, respectivamente. Para ajudar a visualizar, é quase um rouba bandeira, a diferença é que o avanço não precisa ser feito todo de uma vez, sendo medido por jardas. 

 

(Reprodução: Google Imagens)

Cada time tem sua ‘endzone’ e o objetivo é levar um de seus jogadores para lá com a bola. Quem conseguir, ganha 7 pontos. Se o time de ataque não conseguir avançar nenhuma jarda em três tentativas, a bola vai para o adversário que terá o mesmo número de chances. 

O jogo é dividido em quartos de tempo, ao invés dos dois tempos tradicionais dos jogos de futebol que conhecemos. Cada quarto tem 15 minutos, mas o jogo dura bemmmm mais tempo que isso, já que o cronômetro do jogo para ao final de cada jogada. Até os jogadores se posicionarem novamente ou até trocarem o time que está em campo, leva um tempinho e cada quarto dura, mais ou menos, 25 minutos corridos. Quando o segundo quarto acaba, um intervalo maior é feito e é aí que o famoso halftime show acontece, mas jajá vamos falar sobre ele. 

Os termos mais importantes do esporte são:

Tackle - é o ‘abraço’ que os jogadores se dão para impedir que eles avancem no território, bloqueando-os. 

Quarterback - É quem lança a bola, sendo o principal jogador de ataque e quase o líder do time. 

Touchdown - termo usado para quando um time consegue levar um de seus jogadores para a endzone. 

Interceptação - Quando uma bola é lançada em campo, nem sempre os jogadores do time certo a recebem e quando isso acontece, os jogadores do time adversário podem pegar a bola e fazer uma jogada normalmente, avançado jardas e ir até a sua endzone. Após isso, a bola automaticamente é passada para esse time mesmo se o outro ataque não tiver terminado suas três chances. 

 

Conseguindo acompanhar? Continua com a gente que ainda tem mais coisa para falar!

 

E O HALFTIME SHOW?

 

(Reprodução: Pinterest)

Praticamente uma atração à parte, o Halftime Show (ou show do intervalo, em tradução livre) é o momento em que grandes cantores são convidados para performar no campo e entreter os espectadores durante o intervalo do jogo. O show não passa de 20 minutos, mas muitos artistas provaram que sabem aproveitar o tempo e entregaram um verdadeiro espetáculo. 

Tudo começou nos começo dos anos 90, quando o entretenimento do intervalo substitui as bandas marciais por uma atração da música pop para tentar aumentar a audiência do evento. A estreia foi a boy band New Kids on the Block, donos dos maiores hits da época. 

E a partir daí, muitas lendas da música já passaram nos campos de futebol do Super Bowl, como Michael Jackson, U2, Rolling Stones, Madonna, Prince e Paul McCartney. 

A performance exige um grande planejamento por parte dos artistas e de sua equipe, já que além da apresentação ter pouco tempo, a montagem e a desmontagem do palco e de qualquer outro equipamento usado no show deve ser feita em no máximo 10 minutos. Incrível, né?

Ainda sim, os cantores e cantoras que passam pelas edições sempre arrasam e ainda conseguem arrumar um tempinho para convidar outros artistas para participarem do show. 

Na verdade, isso já é quase uma tradição e é comum esperar que o ‘headliner’ do espetáculo traga alguém para dividir os palcos. 

 

COMO FOI O SUPER BOWL DESSE ANO 

 

(Reprodução: Google Imagens)

Com a pandemia e o distanciamento social, algumas mudanças tiveram que ser feitas na dinâmica do jogo e na maneira que os espectadores assistem a partida. A edição disputada no Raymond James Stadium, na Flórida, desenvolveu os seguintes protocolos:

  • Telas para separar os torcedores dos atletas e uma distância mínima de 6 metros entre a arquibancada e o gramado;

  • As lojas do estádio não aceitaram dinheiro como forma de pagamento, apenas cartões;

  • Apenas os jogadores que estiveram em campo e a equipe técnica ficaram no gramado, reservas e jogadores lesionados ficaram em um outro espaço;

  • O estádio que recebeu o evento pode ocupar apenas 25 mil cadeiras, sendo que o espaço conta com mais de 65 mil. Além disso, os grupos de torcedores foram divididos em grupos de ingressos e tiveram de respeitar as orientações de distanciamento. 

 

Partindo para o jogo, a partida já prometia muito antes mesmo de começar. E a expectativa do público não era para menos, aconteceu um verdadeiro duelo de gigantes no jogo. 

A disputa foi entre Kansas City Chiefs e Tampa Bay Buccaneers, times com grandes nomes em seu elenco, principalmente seus quarterbacks. 

Patrick Mahomes, de 25 anos, levou os Chiefs a vitória no ano passado e também se tornou um dos favoritos nesta temporada. Mahomes logo que apareceu nos campos da NFL impressionou muito com sua agilidade nos passes e não foi diferente nesta partida, que se ganhasse iria se tornar o jogador mais jovem a levar o título duas vezes.  

Já Tom Brady, participante de longa data destes duelos, é um verdadeiro ícone dos campos. Em contraste com o adversário, Brady já tem 43 anos e passou pela disputa final da liga 10 vezes. Com todos esses anos de casa, o quarterback estreou nos Buccaneers nesta temporada e fez história. Brady se tornou o jogador que mais ganhou a disputa final da liga e consagrou o Tampa Bay Buccaneers como o primeiro time que conseguiu jogar a final em casa. 

A partida começou com o domínio de Tampa Bay e assim persistiu até o final. Abrindo o placar com um touchdown, o time fechou o primeiro quarto com 7 pontos contra 3 do adversário. A disputa encerrou com 31 pontos do time de Brady e 9 do time de Mahomes. 

 

THE WEEKND NO HALFTIME SHOW

(Reprodução: Pinterest)

A grande atração do show do intervalo esse ano foi o cantor canadense Abel Tesfaye, mais conhecido como The Weeknd. O cantor foi o primeiro headliner a se apresentar solo no Halftime Show e entregou uma performance incrível para os fãs e espectadores que tanto aguardaram por esse momento. Cantando seus maiores sucessos, The Weeknd trouxe uma apresentação com muitos fogos de artifício, um coral incrível e trouxe a vibe de Las Vegas para dentro do Raymond James Stadium, tudo isso acompanhado da estética sensacional que o acompanhou em todos os shows e clipes de seu último álbum, o After Hours. 

(Reprodução: Google Imagens)

Abrindo a apresentação com Starboy, o cantor apresentou vocais de impressionar e ainda trouxe instrumentistas para completar a performance. Continuando com The Hills, Can’t Feel My Face, I Feel It Coming, Save Your Tears, Earned It e House of Balloons, The Weeknd fechou a apresentação memorável com Blinding Lights no campo do estádio com milhares de sósias dançando um de seus maiores sucessos com uma pequena referência a coreografia icônica de Thriller. Do começo ao fim, o cantor entregou uma apresentação grandiosa e cheia de conceito.

 

(Reprodução: Google Imagens)

 

E ai, curtiram o que o Super Bowl desse ano trouxe? Conta aqui nos comentários! ;)


Artigos Relacionados:

Artigo não encontrado!