x
x

Meia certa, meia errada Qual a cor certa da meia para usar com cada tipo de sapato

Meia vermelha, marrom, preta, cinza, cor da pele, em fios que vão do 7 (muito fininhas) aos mais grossos 150 a meia-calça é um dos itens presentes na wish-list de toda boa fashionista para o inverno.

Selecionamos essas cores principais, pois são as preferidas para o dia a dia, mas hoje podemos encontrar versões incríveis em caneladas, texturizadas e em cores mais lúdicas como berinjela, azeitona e azuis que variam nas nuances de cobalto a celeste.

Vamos combinar?

Se o seu lance é se empoderar no red mood, a opção do vermelho é perfeita, mas nem sempre o sapato é bem escolhido. Nesse caso a regrinha do “usar a mesma cor de sapato para estender o tom da meia", que sempre ouvimos dos algozes da consultoria de moda e imagem, não se aplica. Aposte justamente no contrário: meia vermelha, sapato de outra cor. Um bicolor, preto, marrom, cinza e até branco (se for tênis) pode e deve ser usado. O contraste, nesse caso, é o mais bacana. A referência é que se cubra sempre a ponta dos pés.

Tons terrosos? Humm, os marrons são sempre curingas da estação, pois suavizam alguns looks e alongam silhuetas. É! Sabe por quê? Porque nesse caso dá super pra usar com uma bota na mesma cor, por exemplo; sejam elas de cano longo (até mesmo a over the knee ou cuissarde) ou as de cano bem curtinho. A dica é pra quem quer criar uma impressão de languidez.

Preta sempre divando absoluta entre as mulheres. Especialmente as em fios finos para executivas que precisam do scarpin e para o cotidiano da maioria de nós, as de fios grossos com sapatos urbanos. Alert: Scarpin também pode ser usado com meia mais grossa desde que não fique empapuçado no cabedal ou peito do pé. Dê preferência aos sapatos de efeito menos formal para esse tipo de composição como coturnos, sapato-boneca, sandálias de plástico. Se a ponteira não marcar muito dá pra usar sim com o pé descoberto. Para essa proposta crie misturas com tons mega coloridos nos pés também.

Cinza ou chumbo são icônicas dos anos 1950 e traduzem muitas vezes uma austeridade. Que nada! Elas são apenas clássicas e ficam perfeitas com aquela seu tênis ultra colorido ou seu super power sapato vermelho com bico redondo. Verdes e limas são o casamento perfeito, portanto, se quer ousar, faça isso com as meias cinzas.

 

Cor da pele não... Hoje tem uma cartela enoooorme de tons de pele, ou, como costumamos chamar, nudes, meu bem! Esses são ícones, pois salvam as pernocas que de repente estão com a depil um pouquinho vencida e podem ser usadas com todo tipo de sapato. Opa! Espere aí! Nem sempre, tá? Sapatilhas, cuidado! Se a intenção é disfarçar que está de meia, essa não é a melhor opção. Esse visu demodê era o hit dos anos 1980, mas deixem ele lá. Meias cor de pele não ficam bacanas quando evidenciam que a vontade é fingir que está sem nada. Se esse for o motivo, então use calças compridas mesmo que cobrem o peito do pé. E, claro, nada de deixar a ponteira à mostra.


CORA SOARES

“Jornalista de moda, workaholic, cadeira cativa de fashion weeks, uma diferentona da comunicação e imagem de moda.”

 

OPS!

Estamos com algum problema de conexão!

Por favor, atualize a página ou tente novamente mais tarde.